100 km do frio 2017 | 1º lugar na dupla mista

posted in: Corrida | 0

GPTempDownload

No último dia 5 de agosto, tive a incrível oportunidade de correr novamente a ultramaratona de 100 km do Frio.

Foi que, em 2015 corri meus primeiros 100 km solo e em 2016 realizei o Back to Back.

Como já tinha corrido a Maratona das Praias em março e a Maratona de Boston em abril, decidi correr os 100 km em dupla (50 km), afinal, precisaria descansar um pouco, né? :)

A minha dupla foi Irla. Essa menina é ousada demais, uai! Só tinha corrido apenas uma maratona (a das praias) e essa seria sua primeira Ultramaratona. Quando a convidei, ela aceitou a loucura de imediato. hahaha

Apesar do nome da prova ser Ultramatona de 100 km do Frio, o grande astro da prova foi o sol. Que calor! A largada para as duplas e quartetos foi dada de  5 horas da manhã e o clima até que estava agradável, cerca de 16ºC.

Nossa estratégia foi simples. Irla correria a primeira metade e eu a segunda. E assim foi.

O problema é que antes de Irla chegar no km 25 o clima já estava em aproximadamente 27ºC. Apesar de algumas intermináveis subidas e o enorme calor, ela manteve um ritmo excelente. Excelente!

« 2 of 2 »

Quando eu comecei a correr no segundo trecho, acho que o clima estava acima de 30ºC e a sensação térmica era de que cérebro estava fritando.

Ainda tentei manter um ritmo forte, mas não consegui sustentar por muito tempo, então me esforcei ao máximo pata fazer a primeira metade (25k) fortes e ver o que conseguiria fazer na segunda metade.

Foi difícil. Difícil demais! Porém, o desafio é sempre motivante. Lembrar que Cynthia, Júlia e André (ainda na barriga de Cynthia) estariam me esperando na linha de chegada dava um gás extra!.

No final, após subir e descer tantas vezes e estar com o cérebro assado (quase tostado), cruzamos a linha de chegada em 9 horas, 7 minutos e 25 segundos, Irla e eu conseguimos terminar em primeira colocação na dupla mista. :)

Mais uma vez Lula Holanda deu um show na realização do evento. Uma prova que é feita com tanto carinho não teria como dar errado e, ao longo dos anos, a prova só tem crescido! Parabéns, meu presidente!

Essa prova é linda demais! Essa foi a terceira vez que a corri e de longe foi a mais quente. Com belíssimas paisagens e um lindo espírito humano de solidariedade, a prova tem se firmado no calendário daqueles que correm por prazer.

Em quanto eu puder, estarei lá correndo. ;)

Comentar