Cláudio: 27 kg a menos e 7 maratonas a mais

posted in: Inspiração | 1

IMG_6832

A corrida nos dá a oportunidade de realizar grandes conquistas, fazer novas amizades e conhecer belíssimas histórias. A história do meu amigo Cláudio é massa demais! Ele é mais um grande exemplo de que é possível “controlar” o rumo de nossas vidas. A jornada é longa e difícil, mas pra chegar lá a gente precisar correr atrás.

Pedi pra ele contar sua história. Lê aí:

Meu nome é Cláudio da Fonte de Moraes Cavalcanti, tenho 37 anos, formado em Administração, pai de Lilian (15 anos) e Leonardo (13 anos). Emagreci aproximadamente 27 kg em 1 ano, com acompanhamento nutricional e incluindo musculação, treinamento funcional e corridas na minha rotina, com muito foco e disciplina.

IMG_2350

IMG_7117

Desde o nascimento da minha filha, em 2001, que comecei a levar uma vida sedentária, trabalhando em uma grande multinacional do ramo de bebidas, fazendo faculdade e desempenhando a atividade de pai, com 22 anos. Não sobrava tempo! Em 2012, me vi com 91kg, com alteração da pressão arterial, sendo considerado pré-hipertenso e obeso. Procurei um cardiologista para investigar alguns picos de pressão alta que eu estava tendo e na consulta, após a realização dos exames, ele me perguntou se eu estava querendo morrer cedo. Hoje soa engraçado, mas na época foi um susto!

Após essa consulta com o cardiologia, em agosto de 2012, resolvi me matricular na musculação e frequentar as aulas de cooper no Parque da Jaqueira. Mal conseguia correr 100 metros!!! Mas eu estava disposto a cuidar de mim!!

Cheguei a perder cerca de 5kg com a pratica da musculação e corridas 2x na semana, mas não mudei minha dieta. Continuava comendo errado, com muita gordura e refrigerante! Em 2013, mesmo com sobrepeso, me achava um atleta!! Corria 5km com em aproximadamente 30 minutos e queria sempre baixar esse tempo, mas comecei a ter algumas lesões… Primeiro, foi um estiramento de grau 2 na posterior de perna direita, me afastando por quase 1 mês das corridas e, no 2º semestre de 2013, uma canelite que logo virou uma fratura por estresse na tíbia da perna esquerda, me afastando totalmente das corridas e treino funcional por 3 meses. Nesse período, realizei uma avaliação física na academia e me assustei com as fotos tiradas na avaliação. Não acreditei que aquele cara gordo nas fotos era eu!!! Resolvi procurar ajuda nutricional, porque por mais que eu treinava e corria, não estava perdendo tanto peso e ainda estava me lesionando. Seguindo à risca, com toda disciplina, as dicas da nutricionista, comecei a perder muito peso com pouco tempo! Estava me recuperando da fratura e perdendo peso!!!

Comecei o ano de 2014 com aproximadamente 78 kg e voltando a realizar, de forma leve, meus treinos de corrida. Com a regressão da minha lesão e mantendo a disciplina na dieta, comecei a correr com mais alegria e aumentar minha distâncias, sem dor alguma!

O peso foi baixando, as quilometragens dos treinos foram aumentando e passei dos 5km rapidamente para 10km e, no 2º semestre de 2014, já havia corrido 4 meia maratonas!!

IMG_4915

Em outubro de 2014, empolgado com meu rápido desenvolvimento nas corridas, comecei a procurar algum grupo que me ajudasse a desenvolver ainda mais. Foi quando conheci pelo Instagram o André Burgos, que me convidou para treinar junto com a ACORJA, um grupo que chamo de família, reunida por excelentes corredores e grandes amigos, que têm na corrida uma filosofia de vida!

IMG_7515

Com a Acorja, me desafiei a correr uma Maratona em 2015, porém fui mais além e corri 5 Maratonas e uma Ultramaratona de 50km, sem contar com as inúmeras provas de 10 e 21km. Minha estreia em Maratonas foi em março 2015, na Maratona das Praias Acorja, quando fiz o tempo de 3h35min. Após essa Maratona, ainda corri, em 2015, as Maratonas de Santiago (Chile), Porto Alegre, Maurício da Nassau e finalizei o ano com a Maratona de Salvador. Meu melhor tempo em 2015 foi na Maratona de Porto Alegre, com 3h14min.

Em 2016, coloquei o desafio pessoal de correr a Maratona de Boston, que é numa maratona onde é necessário comprovar tempo por faixa etária para se inscrever. No meu caso, a meta a ser batida seria de 03h10min e, para isso, resolvi me matricular na Assessoria Esportiva Nunage Running

A maratona escolhida para tentar o índice de Boston foi a Maratona de Porto Alegre, onde a altimetria e o clima favorecem a alcançar os melhores tempos. Comecei a treinar forte na 2ª quinzena de janeiro, com o acompanhamento de Nuno Trigueiro (Nunage Running), porém me lesionei no final de março e tive que passar o mês de abril inteiro sem treinar e realizando fisioterapia com Karllyson Freitas, onde também fizemos trabalho de reforço muscular e flexibilidade. Voltei aos treinos na 1ª semana de maio, faltando apenas 1 mês para a Maratona de Porto Alegre. Com pouco tempo para desenvolver, precisei me dedicar muito nos exercícios de alongamento e aeróbico e também sem realizar treinos mais fortes, para não “magoar” a lesão.

Consegui na Maratona de Porto Alegre alcançar meu objetivo, com tempo de 03h09min e bastante feliz por ter a certeza que tenho potencial para baixar ainda mais esse tempo. Ainda realizei mais uma Maratona com 45 dias após POA, que foi a Asics Marathon City, em São Paulo, finalizando com o tempo de 03h14min.

IMG_5115

IMG_5202

Hoje, estou com 63kg, com muita saúde e disposição e a certeza que minha vida está muito melhor hoje, com a inclusão das corridas e exercícios físicos nas minhas rotinas diárias.

Que venham os próximos desafios!!!

Siga Cláudio no Instagram: @corre_caquinho

Conhece alguma história que merece ser conhecida? Envie para andreburgos@treinodehoje.com

One Response

  1. Leonardo

    Incrível como a atividade física transforma mente e corpo, parabéns Claudio!

Comentar