Maratona de Boston, low carb e sub 3

posted in: Boston, Low Carb | 0

MUITA gente vem me perguntando como foi minha alimentação antes e durante a Maratona de Boston. Fiz um vídeo contando o “segredo”. ;)

Quem me acompanha sabe que há quase 1 ano e meio eu venho me alimentando de “comida de verdade”, ou seja, priorizo alimentos da natureza e evito ao máximo alimentos industrializados.

Mas por que isso?

Bem, de lá pra cá eu não sinto mais dor de cabeça, rinite, sinusite, alergia, asma, gripe, resfriado, minha disposição no dia-a-dia melhorou, meu sono está muito melhor, a resistência e disposição em treinos e provas tiveram um ganho enorme e a recuperação após treinos e provas é incrível! Ah! Claro que as taxas estão excelentes.

Há alguns meses fiz esse vídeo pra compartilhar essa experiência:

Como falei no primeiro vídeo, me baseio na história evolutiva do homem. Se nossos genes levam de 40 a 70 mil anos pra se adaptarem a uma condição, nosso corpo está plenamente acostumado a lidar com alimentos no qual nossos ancestrais consumiam entre o Paleolítico e o período pré-agricultura, foram mas de 2,5 milhões de anos. E nossos genes ainda não “aprenderam” a lidar com os “alimentos recentes”, são eles: industrializados, farináceos, açucares, óleos vegetais, margarinas etc. E se alguma dúvida ainda persistir, pesquiso por artigos científicos aqui => pubmed.com

Nenhum animal existe para engordar e/ou adoecer. É claro! Procuro me alimentar de comida de verdade com um único objetivo: envelhecer com saúde.

Comentar